TV Gustavo Alves



Veja aqui todos os vídeos da TV Gustavo Alves

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Shampoo sem sal - MITOS e VERDADES


Com a moda das escovas progressivas, muitos profissionais passaram a recomendar às clientes lavar o cabelo com shampoo sem sal. Mas será que este ingrediente presente em quase todas as fórmulas de higiene é realmente prejudicial aos cabelos com química?


Se depender de minhas pesquisas e de opiniões de especialistas de grandes empresas de cosméticos, a agressividade dos shampoos à base de sal é mais um mito a ser derrubado.

O sal é apenas um espessante presente nas fórmulas dos shampoos, ou seja, sua função é dar mais consistencia ao produto.

Utilizado em sua formula pura, o NaCL ( cloreto de sódio ), se dissolve completamente, garante Vinicius Bim, farmacêutico-bioquímico da Wella.
Ele assim como eu, acreditamos que o conceito de produtos salt-free ( sem sal ), tão na moda, não passa de mais uma jogada de marketing no mercado de cosméticos, em busca de novidades que estimulem as vendas.

Quimicamente
, shampoos com sal não têm contra-indicações. Tanto que as grandes marcas americanas e europeias seguem comercializando esses produtos no varejo até hoje, argumenta Vinicius.

O cabelo é formado por cadeias de proteínas ligadas entre si por pontes de hidrogénio e sulfetos.

Seu pH natural é normalmente acido, variando entre 4 e 5.

Alterar esse equilíbrio depende da fórmula e da concentração de ativos do produto.

Não é o nivel de sal que influi na saúde dos fios, mas, sim, a manutenção deste pH.

O sal assim como a fragrância e os corantes, ajuda a deixar os shampoos atrativos, pois aumenta sua capacidade de fazer espuma.

Uma forma mais natural teria uma textura liquida demais, sem cor, sem espuma e com impressão de não lavar direito.

Não se pode confundir o sal usado no laboratório com a água do mar, que é cheia de impurezas.

Mesmo o sal marinho, que resseca o cabelo, não é capaz de alterar a eficácia de um tratamento químico.

O único shampoo que deve ser evitado em cabelos com química é o anti-resíduos, realmente capaz de desgastar o filme que mantém os fios tratados.

A quantidade de cloreto de sódio é mínima em um shampoo. Se juntarmos 10 litros de shampoo, não teremos nem uma pitada.

Para quem ainda mantém um pé atrás com relação aos shampoos com sal, as empresas correm atrás de outras opções de princípios ativos que adicionem viscosidade.

A questão é que o uso dessas matérias-primas substitutas do sal acaba saindo bem mais caro. Por isso, ainda é tão difícil encontrá-las no Brasil.

O xis da questão.

Você sabe como o cloreto de sódio age nas fórmulas dos shampoos?

-Sua principal função é aumentar a viscosidade do produto. O cloreto de sódio reage com os tensoativos da formula, alterando o tamanho das partículas e deixando o shampoo mais espesso.

-Ele não age diretamente nos fios, não gera acúmulos, nem faz mal ao cabelo.

-Também não altera a ação das técnicas de alisamento como se costuma divulgar.

-Em função de processo de fabricação dos tensoativos, poucos são os produtos que realmente estão 100% isentos de sais.

12 comentários:

Clebinho disse...

Em consideração a seu belo trabalho, dediquei a seu blog o primeiro selo ganho pela nossa equipe no TremDoydo, depois faça uma visita e confira, parabéns pelo espaço Gustavo

Nadia Suemi disse...

Já me recomendaram várias vezes que evitasse algumas marcas de shampoo, justamente por conter muito sal na sua fórmula.
A princípio estranhei, mas após essa explicação toda no blog, consegui entender o porquê dessa crença.
Beijos!

lucianaborba disse...

Nossa realmente é um mito que se acaba.Já me recomendaram muito o uso do shampoo sem sal mas eu sempre pensei realmente no que foi dito que não pederia ser tanto assim que a quantidade realmente deveria ser pequena ainda bem que acertei na minha escolha essa informação do blog me tranquilizou!!!Obrigada gente

Deise disse...

Adoreiiiiiiiiii .... muito esclarecedor!!! Vou continuar com o meu shampoo com salll!!! rrs

Fabianna Souza disse...

ISSO É UMA VERDADEIRA AULA DE QUÍMICA! TEM MUITA COISA QUE EU NÃO LEMBRAVA!!! KKKKKKK

Nadia Suemi disse...

Hoje no supermercado, fui alertar a minha mãe que certas marcas de shampoo continham excesso de sal na sua fórmula.
A resposta dela: 'Relaxa, eu não vou usar como tempero!'
aheoiaehoiaeuhaeoiuaheoiuaehuaeio

suelen disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

suelen disse...

Guuuuuuuuuuu
suas dikas taum interessantissimassssssss
=D

o blog ta virando de utilidade publica da mulherada neh

suelen disse...

Gúuuuuuuuu
esse post lembro minhas aulas de bioquimica da faculdade
^^
interessantissimoooo

Paula disse...

adorei! nossa Gustavo, o que eu ouvia as pessoas falarem deste tal de sal nos shampoos não tá escrito! Tava numa moda, e tinha embalagens que tinha o tal do "sem sal" maior que a própria descrição do shampoo( se para cacheados, ressecados.. )muito bom saber! também continuarei com meu velho shampoo com saal!hehe

Aline disse...

Shampoos excelentes pra quem faz progressiva são Elséve e Pantene, são ótimos, o ph do Elséve é entre 5/5,5 e o da Pantene é 6,5 são shampoos com ph ácido, eu uso Elséve e até agora naum diminuiu o tempo da minha progressiva.

Mundo Gustavo Alves disse...

Obrigado pelas dicas Aline, o shampoo realmente é muito importante na conservação da progressiva, eu gosto tambem do Seda Gloss (Mauro Freire) e do Dove Mechas (embalagem rosa).Indico também o Kerastase numero 2, é excelente para cabelos com progressivas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...